A Instituição

História

A Santa Casa da Misericórdia de Alcanede é uma Instituição Particular de Solidariedade Social cujo objectivo principal é a prestação de cuidados e serviços no âmbito da segurança e solidariedade social às populações em situação de maior desfavorecimento da Freguesia de Alcanede.

Esta, iniciou a sua função em 1604 sendo instituída por D. Filipe na Ermida do Espírito Santo.Luís Serrão, o velho juiz da Confraria do Espírito Santo e outros Oficiais foram os seus primeiros responsáveis.

Após alguns anos de desactivação, a Santa Casa voltou a ser dinamizada pelo reverendo Padre António Augusto Gonçalves Diogo com o apoio da Comunidade Paroquial, sendo reactivada por Decreto Canónico emito em 26 de Fevereiro de 1997 pelo primeiro Bispo de Santarém, D. António Francisco Marques.

E a 23 de Abril de 1999 é constituída com Instituição Particular de Solidariedade Social.Orientada para uma intervenção social mais específica junto da população idosa, criou as valências de Apoio Domiciliário e Centro de Dia, com datas início em 08 de Janeiro de 2001 e 18 de Abril de 2001 respectivamente, com área de abrangência ao nível da Freguesia.

O Programa Comunitário de Ajuda Alimentar a Carenciados, consistiu igualmente num esforço inicial da Instituição, permitindo a entrega de alimentos às famílias em situação comprovada de escassos recursos financeiros. Esta Ajuda Alimentar é proveniente da Comunidade Europeia e continua a ser desenvolvida até ao momento actual.

O trabalho associado ao processo de Rendimento Mínimo Garantido, actual Rendimento Social de Inserção, desenvolveu-se até ao final do ano de 2007, momento em que se centralizou este recurso a uma única entidade. Até então, a Santa Casa da Misericórdia de Alcanede desenvolveu todo o trabalho e gestão dos processos dos beneficiários residentes na freguesia de Alcanede e algumas áreas limítrofes. Neste âmbito foram realizadas algumas acções de sensibilização, nomeadamente: “ Mulheres em Desenvolvimento”, “Técnicas de Procura de Emprego”, gestão doméstica e alfabetização ao nível do primeiro e segundo ciclo de escolaridade.

Com a crescente procura dos serviços prestados, as instalações existentes junto à Capela da Misericórdia, tornaram-se insuficientes dadas as necessidades da freguesia. Neste sentido, a Instituição adquiriu em 2004, através de crédito bancário, um edifício que recuperou e adaptou de forma a corresponder às solicitações, oferecendo assim uma maior capacidade de resposta social. Este crescimento foi possível graças ao apoio dos empresários da região, da Segurança Social, do Projecto de Luta Contra a Pobreza “Santarém Rumo ao Futuro” que decorreu entretanto, do Instituo de Emprego e Formação Profissional e pelos fundos resultantes do peditório à comunidade. Alargou-se deste modo o número de utentes, garantindo um maior apoio nos serviços prestados pelas valências em funcionamento.

 Para além do Centro de Dia e do Serviço de Apoio Domiciliário, convém salientar o funcionamento do Banco de Roupa, tendo como finalidade a recepção de vestuário oferecido pela comunidade e seu posterior encaminhamento à população mais carenciada.

De acordo com o Projecto de Luta Contra a Pobreza referido anteriormente, deu-se início ao funcionamento de uma Empresa de Inserção, que consiste numa Lavandaria que desenvolve a sua actividade quer para o desenvolvimento diário da Instituição, quer para a comunidade em geral.

Nos finais de 2005 estabeleceu-se um acordo de parceria com a Câmara Municipal de Santarém com vista ao fornecimento de refeições aos Jardins de Infância e às Escolas do Primeiro Ciclo da Freguesia de Alcanede, serviço que se mantém até à data actual, com níveis de satisfação que permitem proporcionar um serviço de qualidade.

Tendo sempre presente o objectivo de satisfazer as carências sociais da comunidade com base nos princípios de solidariedade, caridade cristã e responsabilidade social, em 2007 a Misericórdia submeteu uma candidatura ao Programa de Alargamento da Rede de Equipamentos Sociais para a construção de um Lar de Idosos. Neste sentido e com a aprovação da referida candidatura, a construção iniciou em Maio de 2008. Com o inicio de funcionamento previsto para o primeiro semestre de 2010, este equipamento irá apoiar trinta idosos. Esta nova valência da Santa Casa da Misericórdia de Alcanede será uma resposta directa às constantes solicitações e necessidades da população.

Com a perspectiva de formar e qualificar indivíduos na sua área de intervenção, a 27 de Novembro de 2008 teve inicio um Curso de Educação e Formação de Adultos de Dupla Certificação designado “Assistente Familiar e Apoio à Comunidade”. Tendo surgido no âmbito de uma candidatura ao Programa Operacional do Potencial Humano (POPH) esta formação irá permitir uma certificação final ao nível do 9.º ano de escolaridade.

Há ainda que referir o impacto social da realização deste curso, pois permite dar uma resposta financeira a 20 pessoas desempregadas com baixa escolaridade, melhorar e mudar as suas atitudes e comportamentos face ao futuro contexto profissional onde se irão inserir e ainda verificar algumas potenciais colaboradoras para a Santa Casa.

Para responder à enorme procura que existiu, e ainda existe, após o inicio do curso anteriormente referido, a Santa Casa realizou várias parcerias que permitiram a realização de várias formações, financiadas e não financiadas, nas mais variadas áreas.

Orientada numa perspectiva de satisfação de qualidade de vida das pessoas que apoia, a Santa Casa da Misericórdia de Alcanede tem como impulso o trabalho desenvolvido até hoje e como motivação para o futuro a responsabilidade de crescer em harmonia com os princípios de solidariedade e de ajuda humanitária.